Translate

23.7.13

Visita do papa ao Brasil

Na Jornada Mundial da Paz, polícia do Rio declara guerra ao povo carioca


O povo de um lado, polícia de outro


Se pro papa tem papa-móvel, pro povão tem Caveirão


Será que o papa veio oferecer produtos daquela indústria que o Banco do Vaticano é acionista?


O povo corre...


Ou reage


e os jornalista da imprensa livre são presos


Isso foi só o primeiro dia...

4.7.13

O motivo das manifestações de junho no Brasil

O Estopim - nesse vídeo vocês verão o por que começaram as manifestações de junho no Brasil.
Reparem que muitas imagens são feitas de trás dos policiais, ou seja, por profissionais das TVs brasileiras. 
Eles sabiam como aconteceu, tinham as imagens e noticiaram para todo país que a polícia reprimia vândalos e baderneiros que iniciaram os ataques.
Um crime, do governador do estado que liberou o uso da força, a pedido dos donos dos grandes jornais. 
Um crime, das TVs que acobertaram a violência gratuita.
A grande farsa desmontada por cinegrafistas amadores, celulares e pela própria população que registrava a covardia policial.
Tais atos geraram a onda de protestos por todo o país, que depois da internet e a livre expressão, deixam de ser reféns do oligopólio midiático brasileiro.

video

Por quase um mês, gigantescas manifestações pacíficas aconteceram em diversas cidades do país. Somente as cidades sob domínio da FIFA, onde aconteciam jogos da Copa das Confederações, os manifestantes foram duramente rechaçados pela violência policial. Indefensável e criminosa, a escolha de governadores e prefeitos de defender a FIFA do povo brasileiro, com truculência e abuso da violência. Acobertados pela grande mídia que manipulava e desinformava na cobertura de seus reais motivos.


Agora as lutas são por uma democratização das mídias e o direito  de informação imparcial. Pelo fim do monopólio da informação!


Vaiada em todo o Globo


1.7.13

Manifestações no Brasil - Copa das Confederações

Quanto o estado cobrou pelas manifestações pacíficas no país:


Põe na conta da FIFA


Enquanto o jogo rolava dentro do Maracanã, do lado de fora, a polícia defendia a FIFA dos brasileiros


Parabéns governador Sérgio Cabral pelo tetracampeonato da copa das confederações. 
Por alguns gols o sr. pagou com 10 vidas, uma multidão de feridos, policiais e cidadãos em pé de guerra, despejou índios, destruiu museu e história, vendeu o Maracanã, fechou escolas, transformou a cidade do Rio num campo de batalha, desrespeitou os brasileiros, mas ficou bem com a FIFA.
Espero que tenha valido a pena.
Durma em paz!